Chocolate: vilão ou mocinho?

chocolate-vilao-ou-mocinho

Quem não gosta de comer um chocolate de vez em quando? É difícil encontrar alguma pessoa que resista a tentação de provar receitas que levam esse alimento na sua preparação, já que a mistura do cacau, com um pouco de leite e açúcar, tornam o chocolate um dos doces mais saborosos já fabricados. Apesar de irresistível, alguns especialistas da área da saúde afirmam que o consumo deve ser feito com cautela, já que ele é apontado como um dos responsáveis pelo aumento de peso em homens, mulheres e crianças. Mas será que o chocolate é esse vilão que tanto tememos? Ou será que sua ingestão — de forma moderada, é claro! — apresenta benefícios para a nossa saúde? No texto de hoje vamos falar um pouco mais sobre esse alimento e apresentar os prós e os contras do consumo do chocolate para a nossa saúde! Confira:

Características nutricionais do chocolate

Todo apaixonado por chocolate deve saber que, em geral, esse alimento é uma fonte importante de carboidrato, gorduras e açúcar. Porém, o doce também apresenta características nutricionais muito interessantes para a saúde humana. A grande maioria dos chocolates oferece em sua composição uma boa concentração de flavonoides, antioxidantes que ajudam a combater a ação de radicais livres no nosso organismo. O consumo regular de chocolate também pode ajudar a melhorar a produção de colesterol bom e reduzir o colesterol ruim. Além disso, esse alimento é uma ótima fonte de potássio e magnésio para o nosso organismo. O consumo de chocolate também tem sido associado com uma maior produção de hormônios relacionados com a sensação de prazer.

Quanto mais cacau, mais saúde

Todas as características nutricionais importantes do chocolate apresentadas no tópico acima são uma consequência do uso do cacau na preparação desse doce. O cacau é uma fruta riquíssima em flavonoides e outros antioxidantes, que conferem ao chocolate seu sabor característico e seu valor nutricional. Quanto maior for a concentração de cacau na formulação do chocolate, mais saudável esse alimento será considerado. Por isso, quando falamos que o chocolate pode ser o mocinho da nossa dieta, estamos falando das receitas de doces mais amargos, que apresentam mais de 60% de cacau na sua composição, aumentando o fornecimento de antioxidantes, vitaminas e minerais para o indivíduo que consome esse produto.

Quando o chocolate vira o vilão

O chocolate pode ser apontado como vilão quando sua formulação apresenta uma grande concentração de gordura em sua composição. Essa característica é encontrada em receitas de chocolate branco, por exemplo, que apresentam baixa concentração de cacau e utilizam altas quantidades de leite e açúcar nas suas formulações. Quem opta por consumir esse chocolate diariamente e em grandes quantidades está mais exposto ao risco de aumentar a ingestão calórica e o peso corporal total, sem se beneficiar do consumo regular do cacau.

Cuidado com versões diet

Muitas pessoas que não apreciam o sabor de chocolates mais amargos, optam por consumir chocolates diet, acreditando que estão usufruindo de mais saúde e fugindo da concentração alta de açúcar e gordura nesses doces. Essa troca, entretanto, não é tão benéfica assim. Os chocolates diet têm sim uma menor concentração de açúcar em sua composição, já que são formulados especialmente para pacientes diabéticos, porém, para compensar a falta do doce, eles apresentam maiores concentrações de gorduras, característica que prejudica seu valor nutricional. Por esse motivo, se você não apresenta quadro de diabetes, é interessante evitar esse tipo de chocolate.

Chocolate é mocinho, mas pode ser vilão

Depois de entender a importância do consumo do cacau encontrado no chocolate, é possível compreender como esse doce pode ter papel de mocinho na nossa alimentação: basta escolher formulações que apresentam mais de 60% de cacau em sua composição para usufruir dos benefícios desse alimento.

Apesar disso, o chocolate torna-se um forte vilão quando é consumido de maneira exagerada ou quando optamos frequentemente por versões desse doce com baixa concentração de cacau. É sempre importante lembrar que, independente de qual seja o seu tipo de chocolate favorito, a moderação na hora de consumí-lo é a única maneira de não transformar esse alimento em vilão. E você? Gosta de chocolate? Acredita que o chocolate é mocinho ou vilão? Deixe seu comentário e participe da conversa!

,

Ninguém comentou ainda, Seja o primeiro(a).

Deixe uma resposta

cfd4881daaa855e8418157f938b73ddf...............................