Conheça os principais tipos de queijo para você usar nas suas receitas

tipos-de-queijo

Se tem um ingrediente no mundo que pode ser definido como democrático é o queijo. Já conheceu na vida alguém que não goste dele?! E não é por acaso, afinal, com tanta variedade, não é difícil encontrar um que agrade ao seu paladar e ao de seus convidados. Que tal acompanhar-nos no texto de hoje e fazer um tour pelos tipos de queijo disponíveis no Brasil? Sirva uma taça de vinho e delicie-se com a leitura!

Muçarela

A muçarela nacional pode ser usada em praticamente qualquer prato com queijo, da pizza ao “frango surpresa”, passando pelo polpetone recheado e até pelo misto quente. O que pouca gente sabe, no entanto, é que esse queijo já com cara de brasileiro, na verdade nasceu na Itália a partir do leite de búfala. Mais branquinho e leve que a versão com leite de vaca, a mozzarela italiana é muito usada em saladas (como na famosa salada caprese), sanduíches e, claro, na pizza.

Ricota

Queridinha do pessoal adepto ao estilo de vida fit, a ricota é levíssima, tem sabor suave e é perfeita para preparar sanduíches light e mesmo para rechear massas como o canelone. O curioso da ricota é o fato de ela, na realidade, não ser um queijo propriamente dito, já que é preparada com o soro do leite, e não o coalho. Mas nem por isso ela deixa de dar aquele toque especial na comida!

Cottage

Falando em ricota, um substituto muito usado para esse “não queijo” italiano, é o inglês cottage, que se assemelha à ricota pelo sabor suave e fresco, bem como baixo teor calórico. A principal vantagem está no preço do cottage, que, no Brasil, costuma ser bem inferior ao da ricota. As diferenças estão no modo de fabricação, pois o cottage é realmente considerado um queijo na textura, enquanto a ricota é cremosa e homogênea, o cottage é granulado.

Cheddar

Reza a lenda que esse queijo amarelinho tão usado em hambúrgueres e sanduíches nos dias de hoje, foi descoberto meses após alguma das guerras medievais, quando foram encontrados baldes de leite deixados em cavernas para servir como suprimento e refúgio aos soldados. Mito ou não, o fato é que a maturação prolongada desse queijo realmente o deixa muito gostoso, com sabor salgado e pungente. Uma ideia para fugir do lugar-comum, é usá-lo em receitas de massa, como neste macarrão cremoso com queijo que te ensinamos a fazer!

Rocquefort e Gorgonzola

Produzidos a partir da ação da mesma espécie de fungo — o Penicillium roqueforti, no caso do primeiro, e Penicillium glaucum no segundo —, o Rocquefort e o Gorgonzola são os principais “queijos mofados” consumidos no Brasil. As diferenças entre eles estão em sua nacionalidade e no leite usado na fabricação:
• O Rocquefort é originalmente francês e produzido com leite de ovelha;
• O Gorgonzola é italiano e feito com leite de vaca.

Camembert e Brie

Embora ambos sejam produzidos com mofo branco (o Penicillium candida), o Camembert é, na verdade, um derivado do Brie — este já existia antes mesmo das invasões romanas na terra dos gauleses, enquanto aquele só apareceu à época da Revolução Francesa. Os dois têm sabor bem forte e textura cremosa, mas o Camembert é ainda mais macio. Em receitas com amêndoas, nozes, geleias e alecrim, tanto um quanto o outro combinam muito bem.

Minas

Passando agora para os nacionais, vale a pena mencionar o chamado queijo Minas, que conta com diversas variações:
• O queijo Minas frescal, por exemplo, que não passa por maturação, é leve, e lembra a ricota, apesar de ter sabor mais acentuado e textura mais firme;
• já o queijo Minas curado é duro, mais amarelado e com sabor salgado, podendo ser usado como aperitivo ou derretido em diversas receitas.

Requeijão e Catupiry

Além do requeijão cremoso que passamos no pão, e do requeijão de corte, consumido principalmente no norte e nordeste do Brasil, existe ainda o requeijão tipo Catupiry (que, na verdade, foi a primeira marca a produzir o requeijão dessa maneira): cremoso, porém mais resistente, sendo usado principalmente na preparação de pratos que vão ao forno.

Depois de conhecer um pouco mais sobre os principais tipos de queijo, não tem como não ter ficado com água na boca, não é mesmo? Diante disso, só resta pegar as panelas para preparar alguma receita com queijo para satisfazer a sua vontade e, claro, voltar aqui depois para nos contar o resultado!

, , , , , , , , , , ,

Ninguém comentou ainda, Seja o primeiro(a).

Deixe uma resposta

e6ac96b7d4181b18809b7c54dfb68b75RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR